O tempo fechou para Davi, ministra Rosa Weber encaminha à PGR notícia crime sobre sabatina de Andre Mendonça




A ministra Rosa Weber do Supremo Tribunal Federal (STF), encaminhou à Procuradoria-Geral da República (PGR) uma notícia-crime apresentada contra o Senador Davi Alcolumbre (DEM-AM).

A ação afirma que o senador comete "crime" ao não marcar a sabatina de André Mendonça, indicado pelo Presidente Jair Bolsonaro para a vaga de ministro no Supremo Tribunal Federal (STF).


O advogado Rodrigo Marinho, autor da ação, acusa o senador de concussão, discriminação religiosa e crime de responsabilidade.


"[Alcolumbre] impede a sabatina, além do fato de retaliação e desejo de ter vantagem em troca, pratica ainda ato discriminatório contra religião tratada na Lei 7.716/89, diz o documento.

2 Comentários

  1. É, são fatos que tem que ser apurado devidamente. O país não pode ficar refem de uma pessoa com esses sentimentos e desejos inconfessáveis...

    ResponderExcluir
Postar um comentário
Postagem Anterior Próxima Postagem