PT quer esconder? "o narcotráfico patrocinou partidos de esquerdas na Europa e na América Latina”, incluindo o PT.

Foto do Google:



O “Jornal da Record” divulgou reportagem com a jornalista espanhola Cristina Seguí, uma das mais conhecidas jornalistas da Espanha. Na entrevista, ela afirma que “o narcotráfico patrocinou partidos de esquerdas na Europa e na América Latina”, incluindo o PT.

A jornalista acompanhou a prisão do ex-chefe da Inteligência do governo chavista da Venezuela, Hugo Carvajal. Conhecido como El Pollo (ou O Frango), Carvajal estava foragido desde setembro de 2019, quando o governo espanhol autorizou, a pedido do DEA, o Departamento Antidrogas do governo americano, sua extradição para os Estados Unidos. Para a jornalista, Pollo só ficou tanto tempo longe da Justiça — na Espanha e em Portugal — porque contou com a ajuda de uma rede poderosa de políticos empresários influentes em Madrid e Lisboa.

Carvajal, que é o ex-chefe da inteligência chavista, desapareceu na Espanha sob o comando do Centro Nacional de Inteligência da administração do PSOE e do Podemos — ambos patrocinados pelo narcotráfico da América Latina.


De acordo com a jornalista, a fuga de Cavajal contou com o apoio de brasileiros. Entre eles, “políticos lulistas e personalidades do PT” que providenciaram um jatinho particular e cirurgias plásticas para ajudar o fugitivo. Cristina Seguí diz que regimes e partidos políticos de esquerda estão ligados ao crime organizado através do Foro de São Paulo, uma instituição fundada na década de 1990 pelo ditador cubano Fidel Castro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
O PT nega.

“O ex-presidente Lula foi investigado, teve todos os seus sigilos quebrados e nenhuma irregularidade foi encontrada. Venceu na justiça todas as falsas acusações feitas contra ele. Lula não tem nenhuma condenação e tem plenos direitos políticos”.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem