Moraes prorroga inquérito sobre suposta interferência de Bolsonaro na PF.



  

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), prorrogou, por mais 90 dias, o Inquérito (INQ) 4831, que apura declarações do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro sobre suposta tentativa de interferência política do presidente da República, Jair Bolsonaro, na Polícia Federal (PF).

A prorrogação começará a contar a partir do encerramento do prazo final anterior (27/1). Segundo o relator, a medida se deve à necessidade de prosseguimento das investigações e à existência de diligências em andamento.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem