Com Telegram de fora, TSE e plataformas digitais firmam parceria para combate à desinformação!

 





O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e as plataformas digitais Twitter, TikTok, Facebook, WhatsApp, Google, Instagram, YouTube e Kwai firmarão, no dia 15 de fevereiro (terça-feira), a partir das 11h, memorandos de entendimento para a coordenação de esforços no combate à disseminação de desinformação no processo eleitoral de 2022. O evento de assinatura dos acordos será virtual, com transmissão ao vivo pelo canal do TSE no YouTube.


O objetivo é estabelecer parcerias entre o TSE e as plataformas digitais até o dia 31 de dezembro de 2022 para o enfrentamento da desinformação divulgada contra o processo eleitoral, principalmente para garantir a legitimidade e a integridade das Eleições Gerais de 2022, no próximo mês de outubro. Para tanto, estão previstos ações, medidas e projetos que serão desenvolvidos em conjunto pela Corte Eleitoral e cada plataforma, conforme as respectivas características, funcionalidades e público-alvo.

Os memorandos de entendimento são uma iniciativa do Programa Permanente de Enfrentamento à Desinformação, desenvolvido pela Justiça Eleitoral desde 2018, e não acarretam nenhum custo para o TSE. Os termos dos documentos apontam os perigos da proliferação de notícias falsas para a estabilidade democrática, especialmente no contexto de um pleito geral, e a necessidade da cooperação das plataformas digitais nas medidas que visem coibir ou neutralizar a divulgação de conteúdo inautêntico pela internet.


Apenas o Telegram, não concordou com à união das outras plataformas!







Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem