Não está nem aí para união dos 3 poderes, Barroso faz vários ataques ao chefe da Forças Armadas, (Bolsonaro).

Foto tirada e editada da Internet:




O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu uma entrevista na Globo, teve durante sua fala o ministro Barroso ainda pretende 'banir' à plataforma do Telegram no Brasil, fez vários ataca ao chefe das forças armadas, o presidente Jair Bolsonaro (PL). "Como já se fez em outras partes do mundo, penso que uma plataforma, como o Telegram ou qualquer outra, que não queira se submeter às leis brasileiras deva ser simplesmente suspensa." Diz Barroso

Ataques ao chefe das Forças Armadas (Bolsonaro). "Foi instaurado procedimento sigiloso no TSE no qual foram requeridas informações sensíveis sobre a arquitetura do TSE e esse material foi colocado na rede social do presidente. O presidente facilitou a vida das milícias digitais." Diz Barroso




Comício do presidente na porta do QG do Exército, tanques na Praça, minguada manifestação do 7 de setembro com discursos golpistas e ataques a ministros. Tudo isso eu acho que revela limitações cognitivas e baixa civilidade do que um risco real.

"Barroso considera que Bolsonaro 'facilitou a vida das milícias digitais’.

Isso é uma acusação muito grave. pode ser feita por um ministro do STF, fora de um inquérito e ficar por isso mesmo?"

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem