O secretário de Justiça de Bolsonaro, tem cinco dias para enviar as informações a Moares, sobre extradição de Allan!




O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), quer informações acerca das medidas adotadas no âmbito do Ministério da Justiça para a efetivação, junto ao governo dos Estados Unidos, do processo de extradição de Allan dos Santos. Investigado no Inquérito (INQ) 4874, Santos teve a prisão preventiva decretada em outubro do ano passado, a pedido da Polícia Federal (PF), por suspeitas de atuação em organização criminosa, crimes contra honra e incitação a crimes, preconceito e lavagem de dinheiro. Na época, ele já estava nos Estados Unidos.

O ministro já havia determinado à PF a inclusão do nome de Allan dos Santos na lista de Difusão Vermelha da Interpol. O Ministério de Justiça e Segurança Pública recebeu ofício do STF para que procedesse ao início imediato do procedimento extradicional, e a Embaixada dos Estados Unidos foi informada da decretação de prisão. O secretário nacional de Justiça, José Vicente Santini, tem cinco dias para informar ao ministro Alexandre de Moraes acerca do andamento do pedido de extradição.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem