O que está por trás da cantora Anitta, além da bunda? (Daiane Brandão)



Basta ter alguns neurônios a mais que a ANITTA, para saber que pessoas como ela, absolutamente desprovidas de qualquer competência, não estão no topo do sucesso por suas próprias habilidades.
A cantora nem de longe tem voz como a Mariah Carey, muito menos a criatividade motora de Fred Astaire ou mesmo de Michael Jackson.
Por trás de figuras como ANITTA, FELIPE NETO E PABLLO VITTAR está uma indústria midiática poderosíssima, que nas últimas décadas sofreu uma reformulação extremamente perigosa. Antes, queriam apenas o lucro, agora uniram-se às convicções de esquerda para impor as estratégias de dominação marxista, na chamada agenda globalista.
Antes, uma mulher rebolando a bunda na Tv era só uma mulher rebolando a bunda na Tv. E um idiota fazendo bobagens era só isso. Agora, por trás de glúteos siliconados, há um lobby pesado que quer te dizer, não apenas o que comprar, mas no que acreditar, como criar os filhos e até em quem votar.
Antes, as nádegas televisivas não conseguiam mais do que pensamentos libidinosos de pais. Porém, estes, geralmente cristãos, não tolerariam que uma tentação efêmera destruísse a sociedade. É por isso que os que usam a ANITTA agora precisam focar na mente de adolescentes, clamando para que eles, no auge da imaturidade, se armem com um título de eleitor e elejam corruptos.
Por trás da "feminista" há homens ávidos por poder. E não estou falando do dançarino em quem ela se esfrega, ou daquele que ela contratou pra fazer sexo, ou mesmo do que fez a sua tatuagem no ânus. Me refiro aos empresários que a dominam e aos políticos que a apoiam, como LULA.
Contradição e hipocrisia viscerais na esquerda, que defende "feminismo", "gayzismo", "ideologia de gênero", "liberação de drogas", sendo que nos países comunistas que eles idolatram não há nada disso.
A verdade é que o mundo da ANITTA, é formulado e dominado "homens" que são "héteros", "brancos" e "ricos", sedentos por dinheiro público. Aos pobres, pretos, mulheres e gays, sobra erotização, sodomia, droga, tráfico, favela, prostituição, violência, cadeia, aborto, e etc.
No final das contas, a "Guerra da Ucrânia" também é travada no Ocidente. A diferença é que lá bombas matam crianças. Aqui, bundas te levam a votar em políticos que vão perpetrar corrupção, violência e aborto que, pasmem, matam mais crianças do que a guerra.



Daiane Brandão

2 Comentários

Postar um comentário
Postagem Anterior Próxima Postagem