Para o desespero da 'esquerda' MPF se fortalece e Aras promove Lindôra como vice, ligado a Bolsonaro




A subprocuradora geral da República Lindôra Araújo passa a ocupar o cargo de vice-procuradora-geral da República. Ela substituirá Humberto Jacques de Medeiros, que deixou o posto, a pedido, após dois anos de trabalho. A portaria com a alteração foi assinada nesta segunda-feira (4), pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, e será publicada no Diário Oficial da União (DOU). Embora a medida tenha efeito imediato, Jacques de Medeiros seguirá contribuindo com a gestão efetivando a transição do trabalho.

Ao oficializar a mudança, Aras agradeceu a dedicação e a qualidade do trabalho desenvolvido por Jacques de Medeiros, que, conforme pontuou, foi decisivo para "o sucesso da gestão, não apenas na frente finalística como também na esfera administrativa". Humberto Jacques esteve à frente de parte dos casos criminais em andamento na Procuradoria-Geral da República, bem como atuou junto ao Conselho Superior do MPF e substituiu o PGR em várias frentes das múltiplas atribuições reservadas por lei ao chefe do Ministério Público da União (MPU). “Esperamos que, tão logo seja possível, ele possa retornar à gestão de forma mais próxima”, concluiu o PGR.

Jacques de Medeiros integrou a equipe de Augusto Aras desde o início do primeiro mandato, em setembro de 2019. Inicialmente, foi vice-procurador geral eleitoral até que, em março de 2020, passou a ocupar o posto de vice-PGR. A nova titular da função, Lindôra Araújo, também está na gestão desde o início. Ela é coordenadora da Assessoria Jurídica Criminal, com atuação tanto no Superior Tribunal de Justiça (STJ) quanto no Supremo Tribunal Federal (STF).

Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem