Senador Amin fala na cara de Rodrigo Pacheco e pediu a aprovação dos convites aos ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso!



O senador Esperidião Amin (PP-SC) pediu a aprovação dos convites aos ministros Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), para esclarecerem, perante os senadores, “informações e afirmações que têm sido veiculadas pelo mundo afora”. Em pronunciamento nesta terça-feira (26). ele solicitou ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, que delibere sobre o primeiro requerimento e aceite, para apreciar, o segundo requerimento, já que esses esclarecimentos contribuirão para “melhorar a democracia brasileira”.

Quanto ao inquérito 4.781, sobre as fake news, iniciado de ofício no STF e que tem como relator o ministro Alexandre de Moraes, trata-se, na opinião de Esperidião, de um processo inquisitorial aberto em 2019, em que a suposta vítima apura, investiga e condena em última instância.

— Meu avô materno ficou anticlerical quando descobriu vestígios de ferramentas da inquisição nos seus trabalhos de artesão, em Verona, na Itália. E eu estou me inspirando nele — afirmou.

O senador criticou igualmente a participação do ministro Luís Roberto Barroso em um evento na Universidade de Austin, no estado norte-americano do Texas, quando o magistrado se referiu “aos países governados por populistas: Hungria, Polônia, Peru e Brasil”. Para Esperidião, trata-se de um comentário típico de analista político, impróprio de um juiz.

Fonte: Agência Senado
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem