Senador Lasier Martins defende fim do chamado 'orçamento secreto'.







Em pronunciamento nesta terça-feira (28) em Plenário, o senador Lasier Martins (Podemos-RS) defendeu o fim do chamado "orçamento secreto", como são conhecidas as emendas do relator-geral do Orçamento (RP-9).

De acordo com Lasier Martins, são R$ 16,4 bilhões de reais destinados a ações escolhidas por parlamentares, sem qualquer critério que dê transparência e garanta a igualdade na distribuição dos recursos, o que pode configurar troca de favor entre o beneficiário e o governo.

— Tudo o que é secreto na atividade pública é suspeito e contraria frontalmente o artigo 37 da Constituição, disse.

Lasier Martins disse ainda que quem deve decidir onde investir o dinheiro do orçamento é o Poder Executivo. No modelo atual, 24% dos recursos arrecadados estão nas mãos do Congresso Nacional.

— Tem havido cada vez mais uma interferência do Legislativo na administração federal. O Executivo é para realizar obras, o Legislativo é para produzir boas leis e o Supremo é para julgar. E nós estamos, cada vez mais, abocanhando verbas do Executivo que fazem falta para um trabalho de maior interesse coletivo do país — afirmou.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem