Vereadora do PT, que incitou violência contra PMs entra com ação contra Bolsonaro no STF, e diz que "presidente põem em risco a paz e incolumidade públicas".






A vice-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Rosa Weber, no exercício da Presidência, encaminhou à Procuradoria-Geral da República (PGR) a Petição (PET) 10472, na qual a vereadora do Recife (PE) Liana Cirne (PT) noticia a suposta prática do crime de atos preparatórios ao terrorismo por parte do presidente da República, Jair Bolsonaro.

No despacho, Rosa Weber explicou que, antes de qualquer providência sobre o caso, é necessária a abertura de vista dos autos à PGR, a quem cabe requerer eventual abertura de investigação envolvendo o presidente da República.

Segundo a vereadora, as condutas do presidente põem em risco a paz e incolumidade públicas, ao fomentar o clima de guerra civil e terror social, que culminou com o assassinato do tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) em Foz do Iguaçu (PR) Marcelo Arruda no último fim de semana por um apoiador de Bolsonaro.



1 Comentários

  1. A cada dia que se passa eles se afundam maís tchau pt e seus aliados

    ResponderExcluir
Postar um comentário
Postagem Anterior Próxima Postagem