Frota sai da transição da cultura após alegar ter sofrido preconceito!



O deputado federal Alexandre Frota (PSDB) afirmou, nesta quinta-feira (24), que declinou o convite para integrar a equipe de transição do novo governo para a área de Cultura.

Frota utilizou as redes sociais para explicar o motivo de sua decisão. Segundo o deputado, desde que o anúncio foi feito pelo coordenador da equipe de transição, Geraldo Alckmin (PSB), ele passou a ser alvo de ataques.


“Fala pessoal, tenho visto os ataques covardes e preconceituosos que eu tenho recebido por ter sido convidado para a transição na Cultura, ataques inclusive a minha família vem de uma ala da esquerda sapatênis do Leblon. O Preconceito está na Transição que fala em um País Plural”, escreveu Frota no Twitter.


“Preconceito está na cabeça deles que falam da diversidade, de oportunidades pra todos, de respeito as diferenças, sem julgamentos (não é bem assim). Como estou de boa e não quero problemas, vou ficar com minha família e declinar do convite. Obrigado”, completou.



A decisão de incluir Alexandre Frota na equipe de transição destinada à Cultura gerou críticas do ator Zé Abreu, que apoiou a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência.

Frota já foi alvo de críticas petistas por ter apoiado Jair Bolsonaro. O parlamentar rompeu com o presidente durante o mandato.

“Colocar Alexandre Frota na transição na área da Cultura é um desrespeito à Classe Artística”, afirmou o ator no Twitter.
Postar um comentário (0)
Postagem Anterior Próxima Postagem